—Uma de muitas histórias

Lifestyle, Street

Que mundø queremos para nós?

Todos sonhamos, duvidamos, questionamos e buscamos um significado.
E por fim somos todos reféns da vida, uma timeline cheia de incognitas e incertezas, cheia de altos e baixos, uma dança mesmo quando as luzes são apagadas.

A única certeza que temos de nós mesmos, é aquilo que passamos a acreditar, que no fundo do nosso ser grita e atravessa a alma.

Ao ver esta senhora, a caminhar em uma rua estreita em Mafra, me fez pensar quantas histórias ela viveu, quanta experiência seguida de alegrias e tristezas, quanta vida em uma pessoa.

O que temos feito da vivência de cada dia? Qual a diferença temos feito na vida de outros?

O que vale não é quanto se vive, mas como se vive.
— Martin Luther King

Mafra, 2019


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *